A chegada de um novo irmão (no ponto de vista de uma criança de 4 anos)!

A chegada de um novo irmão (no ponto de vista de uma criança de 4 anos)!

O post de hoje é uma entrevista com uma criança, já tivemos outras algumas aqui no blog! As outras foram mais direcionadas para o tema brincar, mas a que estou compartilhando agora foquei mais no assunto da chegada de um novo irmãozinho. Sem deixar de lado a “intenção” maior pelo qual tenho feito elas, que é mostrar como os pequenos enxergam as coisas, o ponto de vista deles.

Ela foi feita com o pequeno e esperto Eduardo de apenas 4 anos. Ele já tem como irmão o Arthur (de 1 ano e 9 meses) e sua mãe está esperando o Pedro (com data prevista para nascer em fevereiro/ 2015).

A mãe do Eduardo é a querida Barbara do blog baby Dicas, lá ela compartilha um pouco do seu dia a dia de mãe  e dá muitas dicas bacanas de quem entende do assunto.

Agora vamos a entrevista do que lindo Dudu (como ele é chamado)…

Seguem as respostas do Dudu:

1)     Qual a melhor coisa de ser criança?

Poder brincar de avião.

 

2)     Até quando você vai ser criança?

Até quando eu virar adulto. Quando eu for da idade da minha mãe e do meu pai.

 

3)     É bom ter um irmão?

É muito bom! Eu gosto muito!

 

4)     Seria legal não ter irmãos?

Não (e bateu o pé forte no chão), de jeito nenhum.

 

5)     O que você não gosta que seu irmão faça?

Bata em mim. Sim, Arthur, mesmo com 1 ano e 9 meses, às vezes bate nele.

 

6)     Do que você mais gosta de brincar com o seu irmão?

De avião e “areia” (Sands Alive).

 

7)     Qual a melhor coisa de ter um irmão e qual a pior?

Melhor: poder brincar. Pior: ele brigar comigo.

 

8)     Como você acha que vai ser depois que o seu irmãozinho nascer?

Vai ser mais legal ainda, porque ele vai brincar de avião comigo e com Arthur.

 

9)     Você vai querer ter mais irmãos depois desse que vai nascer? Queria ter uma irmã?

Queria mais um irmão, mas outro menino. nada de menina, que fala demais.

 

10)   O que o irmão mais velho faz pelos mais novos?

Cuidar, dar carinho, brincar e dar beijo. Mamãe, bater, não, né? Que é muito feio e o Papai do Céu chora.

 

11)   Você vai ajudar a sua mãe a cuidar do seu irmão menor? O que vai fazer?

Vou, mas não vou tirar o coco, que é feio. Se ele chorar vou falar para parar, porque não gosto de barulho. Vou carregar no colo e dar banho, bem devagarinho para ele não chorar. Também, vou levar o carrinho para o parquinho para ele ver o Dudu e o Arthur brincando e aprender.

 

12)   Conte alguns fatos do dia a dia sobre a expectativa com a chegada do irmão:

Barbara mãe do Dudu: na verdade, com o Dudu é tudo mais tranquilo, porque ele já passou pela expectativa da chegada do Arthur, onde ele sempre perguntava muito, hoje, parece que para ele perdeu a magia, apesar dele sempre vir, beijar a barriga, fazer carinho, às vezes conversa com o Pedro. Agora algo que sempre acho mágico é o bom dia e boa noite que ele dá para o irmão na barriga “Pedro, bom dia. Acorda!”, “Boa noite, Pedro, fica quietinho na barriga da mamãe para ela poder dormir”. O carinho dele pelos irmãos é contagiante. Fico enlouquecida e com aquela sensação de que estou cumprindo o dever de ser mãe direito.


Fiquei impressionada com as respostas do Dudu, além dele ser muito fofo, elas mostraram vários princípios que ele já aprendeu e que levará para a vida toda. Muito legal isso!

Beijos e um ótimo e lindo dia.

IMAGENS: cedidas pela mamãe Barbara.

1 Comentário

  1. Dani, foi uma delícia esse momento que você nos proporcionou. Pude perceber o quanto meu “bebê” cresceu e o amor infinito que ele tem pelos irmãos. Mãe morre de orgulho, né?!? Rsrsrsrs
    Beijo grande
    Bárbara

    http://www.babydicas.com.br

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>