Colestase Intra-Hepática da Gravidez!

Colestase Intra-Hepática da Gravidez!

No post sobre o nascimento do meu bebê (clique aqui para vê-lo) falei que tive uma complicação durante a gestação, lembram? Agora quero escrever um pouquinho sobre este problema, acho super importante comentar sobre isso, pois pode ajudar outras mamães a esclarecer dúvidas sobre esta complicação da gestação que (ainda) é pouco diagnosticada: a COLESTASE INTRA-HEPÁTICA DA GRAVIDEZ.

O que é a Colestase? Ela afeta o fígado, órgão que em algumas mulheres fica sensível demais aos hormônios da gravidez. O fígado é responsável pela produção da bile, que vai para o intestino onde ajuda na digestão. Na colestase o fluxo da bile para o intestino é reduzido e a bile se acumula no sangue.

O principal sintoma da colestase é a coceira na pele (que costuma se agravar à noite), em muitos casos a coceira começa nas palmas das mãos e solas dos pés e se espalha para o corpo todo. O mais interessante deste problema é que (normalmente) se resolve logo após o parto (no meu caso em 2 dias já não tinha mais a coceira).

Outro sintoma que pode surgir é a icterícia (pele amarelada)!

Dados sobre a colestase: é considerado um problema raro, tanto que quando tive a consulta na pediatra do Otávio (antes dele nascer) ela comentou que em 20 anos de profissão eu era o quarto caso deste problema que ela tinha visto. O que (talvez) podemos deduzir para a colestase ser rara assim é que o diagnóstico pode ser “confundido” com outros problemas na gestação. Um exemplo é o inchaço/ edema que quando exagerado pode causar coceiras na pele (devido a distensão da pele).

Quem já teve colestase da gravidez numa primeira gestação tem uma probabilidade de entre 60 a 80% de voltar a desenvolver o problema numa gravidez subsequente.

Diagnóstico: normalmente a coceira é o sintoma que leva a desconfiar do problema, que pode ser confirmado através de um exame de sangue que apresentará alterações nas funções do fígado. Mas pode demorar algum tempo depois do início dos sintomas para os resultados mostrarem o problema. 

A coceira associada a colestase obstétrica é mais comum nas últimas dez semanas de gravidez, é constante (o dia todo) e muitas vezes intolerável (é mesmo INTOLERÁVEL).

No que a colestase prejudica o bebê? A probabilidade de o bebê nascer morto é 15% maior em mulheres que têm colestase obstétrica,… não se sabe exatamente a explicação (procurei em vários sites e não encontrei nada) – podem ser os ácidos da bile, ou a privação de oxigênio, ou talvez problemas na placenta. Por isso, o objetivo é fazer o bebê nascer assim que seus pulmões estiverem maduros para sobreviver fora do útero.

Como suportar a coceira? Sinceramente, quanto mais os dias passavam, mas era insuportável! 

Para tentar amenizar a coceira, você pode tentar:

• Usar loções com calamina;

• Usar cremes à base de camomila ou calêndula- eu passava muito creme, assim dava um boa aliviada;

• Usar roupas leves e de algodão;

• Evitar lugares quentes e úmidos- como estava calor eu tentava dormir com o ar condicionado bem gelado;

• Além disso tomava muitos banhos por dia; 

• Para não machucar muito a pele me coçava com uma escova de cabelo (risos)!

Contando a minha experiência: durante toda a gestação fiquei muito inchada, mas lá pela semana 33/34 fiquei mais ainda e minha pele começou a coçar bastante. Na consulta com a minha obstetra ela pensou que a coceira era em função do edema, até chegamos a conversar que poderia ser a colestase (já tinha me informado sobre esta complicação no Google), porém a doutora achava que a chance maior da causa da coceira era devido ao edema, então me sugeriu que ficasse de repouso alguns dias para desinchar.

Depois de 3 dias de repouso o edema diminuiu bastante, porém a coceira não passou e 4 dias depois do repouso tive um “pico” de coceira, naquela noite nem consegui dormir- foi muito insuportável (principalmente nas mãos e pés). Na manhã seguinte amenizou e de tarde voltou a aumentar, liguei pra minha médica, porém ela não teve como me atender, pois estava em um congresso.

Deste modo, resolvi ir a um pronto atendimento, lá cheguei comentando da colestase e pedi que se fosse possível realizar um exame de sangue. O médico que me atendeu falou que provavelmente não era este problema, mas por via das dúvidas e por insistência minha prescreveu o exame.

Fiz a coleta de sangue e depois de algumas horas saiu o resultado. Nele algumas das funções do fígado estavam realmente alteradas o que demonstrava que poderia estar com a colestase.

Mandei uma mensagem de texto para o celular da minha médica que logo respondeu, falando que estava preocupada comigo e me pediu que fosse na emergência do hospital para fazer um exame para ver como estava o bebê (o MAP, vê os batimentos cardíacos)- felizmente estava bem!

Entrei em contato novamente com a doutora e deixamos agendado para me ver dois dias depois (quando estivesse de volta), nesta consulta fiz novamente o MAP, uma ecografia e mais exames de sangue, estava tudo controlado (nada tinha diminuído e nem aumentado).

No próximo dia consultei novamente e a minha médica falou que teríamos que antecipar a data do parto, no entanto a preocupação dela era de deixar passar as 37 semanas de gestação, para assim não correr o risco de o Otávio nascer prematuro, porém se tivesse mais modificações nos exames ele teria que nascer.

Até chegar as 37 semanas a recomendação era de ir mantendo tudo monitorado, ou seja, repetir os exames (ecografia, MAP e de sangue) a cada dois dias e sempre observar como o bebê estava se movimentando na minha barriga- isso foi bastante estressante, acordava de manhã e até ele mexer ficava muito ansiosa.

Dois dias depois (naquela mesma semana) fiz de novo os exames e mais um parâmetro da função do fígado deu alterado e o que já estava modificado aumentou mais. Três dias se passaram e a minha obstetra me ligou dizendo: vamos fazer de novo os exames amanhã, mas quero que vá preparada que é provável que faça o parto neste dia- levei um susto, isso era 22 horas e teria que estar no hospital às 7 horas (ainda bem que estava tudo preparado, como a minha mala e a do Otávio).

Chegou o dia e fiz os exames e aqueles que deram alterados estavam mais ainda e um terceiro parâmetro começou a modificar, mas o mais preocupante foi que os batimentos do Otávio começaram a diminuir em relação ao que estava no último exame, assim não restou dúvidas,… ele nasceu naquele dia mesmo (dia 29/04/13).

Os últimos dias da gestação (10 dias- deste o dia que fiz o exame de sangue) foram bem apreensivos (a cada exame que fazia ficava muito preocupada e sem contar as coceiras que não me deixavam mais dormir), mas graças à Deus deu tudo certo, o Otávio nasceu super bem (com APGAR 8 e 10) e não precisou de cuidados extras, apesar de ainda ser considerado prematuro (devido ao tempo de gravidez- 36 semanas e 5 dias)!

Nestas horas é que vemos o quanto é importante a escolha do nosso médico, eu só tenho a agradecer a minha que foi muito prestativa e competente.  

As informações médicas sobre a colestase eu pesquisei em vários sites, mas o que melhor explicou foi o Baby Center, segue o link do texto para você poder ler ele completo: http://brasil.babycenter.com/a1500564/colestase-obst%C3%A9trica#ixzz2TaEXluKN

Peço por favor que compartilhem com o maior número de mulheres que conheçam este post, pois muitas gestantes desenvolvem este problema, mas poucas chegam a este diagnóstico e infelizmente alguns bebês chegam à óbito.

Um grande abraço!

104 Comentários

  1. Lani Luiza

    Dani! Glória a DEUS!!!! Deu tudo certo! E o seu Otávio
    Ta saudável e lindo! Ah e as coceiras passaram!! Ufa!
    Beijos linda!

    • Daniela Rosa

      Oi Lani, é foi mesmo um “sufoco”, mas deu tudo certo e é isso que importa! Beijos

      • Curte a pág da Camila bortuluci- mamães colestaticas- no face… Dai todas podemos nos encontrar… Bj

      • leonice da silva

        estou com o mesmo problema que vc passou …parece que sou eu os relatos que vc fez….engraçado e a falta de conhecimento dos medicos nesse assunto tão grave estou de 37 semanas e a coceira tá insuportavel não sei mais o que fazer……

        • Daniela Rosa

          Oi Leonice, quem sabe tu procura um outro médico, mas não deixa passar! Realmente não é normal esta coceira!
          E sobre a falta de conhecimento a respeito deste assunto eu tenho tentado fazer algumas divulgações (parceirias com outros blogs e compartilhamentos no face), no entanto não tenho tido muito apoio, mas toda vez que vejo comentários como o teu isso me dá mais forças para seguir tentando e trazer esclarecimentos sobre este problema. Beijos e que Deus te abençõe!

          • Ola! Meu nome e Layla e assim fui ao hospital ontem, pois estou numa cosseira insuportável, estou gestante de 34 semanas e relatei o problema bo figado que ha tive… Fiz o exame de sangue e não deu alteração segundo o medico…. Mas pediu uma ultra-son pra ver a visicula e figado…. Mas estou com muito medo pois li em vários dites que corre o risco do bebe morrer e se eles não me internarem para fazer ela nascer…. Vou perder minha filha!??? Me ajude..

          • OLÁ Luciana. Vc lembra os parametros que estavam alterados e os valores? obrigada Renata

  2. Oi Lani, estou desconfiada de estar sofrendo do mesmo problema, tenho uma coceira insuportável também, mas minha obstetra parece desconhecer o problema. Em qual pronto socorro você foi? Foi aqui em São Paulo?

    • Daniela Rosa

      OI Bruna, tive a assistência da minha médica na cidade que moro Novo Hamburgo/ RS! Infelizmente poucos médicos conhecem este problema, mas a minha orientação para você e outras mães é que se o teu médico não der muita atenção para o problema procurem um pronto atendimento, expliquem o problema e “sugira” que seja feito um exame para descartar qualquer possibilidade de ter a colestase. Bjos e que tenha dado tudo certo!

  3. Daniela, me desculpe, escrevi para a Lani, mas minha pergunta é para você. Grata

  4. Olá tbm estou com essa coceira terrível e o pior é que ainda estou com 30 semanas vou ter que aguentar firme ate que minha filha esteja pronta, enquanto isso estou fazendo os exames necessários.

  5. Manoelle Reis

    Tive uma gestação tranquila até mais ou menos as 32/33 semanas, quando comecei a sentir essas coceiras insuportáveis. Exatamente como você descreveu..começou na palma das mãos e sola dos pés se estendendo um pouco as pernas, que intensificava muito a noite. A sintomática foi só aumentando, ai procurei minha obstetra que tratou os sintomas como normal da gestação, e receitou que eu passe pomadas, mas que em nada resolveram. Foi então que por conta própria decidir procurar um dermatologista que também diagnosticou como algo próprio da gravidez, disse que a pele fica mais sensibilizada e suscetível a alergias. Sendo assim prescreveu apenas um hipoalergênico (loção) e sabonete liquido. Usei por duas semanas esperando ver se os sintomas iam desaparecer, mas sem sucesso. Infelizmente não tive o diagnóstico e a informação a tempo, só semana passada quando procurei outra profissional, e relatei o que aconteceu ela falou da colestase.
    E hoje estou sem minha pequenina que veio a óbito no dia 30/12/2013 com 35 semanas, ainda no meu ventre.
    A dor é insuportável e a revolta em saber o motivo é ainda maior. Mas que sirva de alerta e aprendizado pra mim (mãe de primeira viagem) e pra todas as futuras mães. Saiba escolher o profissional que vai cuidar de você. Na gravidez tudo merece atenção especial.

    • Oi Manoelle, meu coração ficou muito apertado lendo o seu comentário, fiquei bastante triste! Lamento muito pelo que aconteceu e de não ter chegado ao blog à tempo! Vou tentar me empenhar em divulgar o meu exemplo para mais pessoas para que possa ajudar mais mamães a chegarem ao diagnóstico deste problema! Bjos e que Deus te abençõe!

    • Sinto muito Manuelle, infelizmente isso tem acontecido nos atendimentos, na minha primeira gravidez passei por vários médicos, um dizia q eu estava com alergia, para eu parar de comer certos tipos de alimentos, parar de usar certos produtos de limpeza, e depois que fiz exatamente o q ele me pediu e os sintomas continuavam fui encaminhada para um dermato, chegando lá o dermatologista disse que eu estava com escabiose, me receitou pomadas e pediu para eu higienizar minha casa, e assim o fiz, e no retorno eu ainda continuava com os mesmos sintomas, e ele insistiu que eu continuasse com o tratamento porque era escabiose que eu tinha, e assim foi a minha gestação, com todos esses sintomas e outras complicaçoes que apareceram, meus exames dando alterados e mesmo assim ninguém sabia o que eu tinha, muito angustiante! Tive minha bebe e não tinha noção do que estava acontecendo comigo, mas agora nesta segunda gravidez já estou apresentando os mesmos sintomas,por enquanto é fraco, mas imagino o que me espera nos próximos meses, agora mais experiente estou esperançosa que a médica que vai me acompanhar a partir deste mês saberá como cuidar de mim e de meu bebe! Boa sorte para todas as mamães, e muita saúde para seus bebes.

      • Daniela Rosa

        Oi Marcia, espero que dê tudo certo para vocês nesta segunda gestação! Vai nos contando como tem passado, ok? Beijos

    • janainaWiebbelling

      Olá, sei exatamente o que vc sente, passei pelo mesmo problema durante minha gestação, relatava o as médicos sobre coceiras terríveis chegava nas consultas com bolhas nos pés de tanto coçar até salmoura fiz para ver se sentia algum alívio. Mas infelizmente nada resolvei, em um dos meus exames de sange mencionava alguma irregularidade hepática que meus médico encerraram como erro de laboratório. Pois bem minha gestação chegou até 39.5 semanas quando foi detectado o sofrimento fetal, mesmo assim os médicos do hospital evangélico de Curitiba optaram por uma indução. Minha filha não resistiu e entrou em óbito somente então quando eu já estava com 8 de dilatação realizaram a cesariana. Sofrimento triplo. Foi muito horrível o que passei mas hj já sei é estou preparada para a próxima. Mas a dor segue firme.
      força pra vc, força pra nós.

  6. Filipe Martins

    Boa tarde,

    Minha esposa foi constatada com colestase obstétrica, não brinquem com esse sintoma de coceira e etc’s. Se eu pudesse eu batia no médico que falou que era algo “do figado, relacionado ao peso, controla alimentação que passa”…maldito nem pediu um exame de sangue!!!

    Ainda bem que por conta, fomos fazer o exame de sangue, e acabou dando…agora trocamos de obstetra e estamos acompanhando…o problema é que nosso filho está com 32 semanas…espero que corra tudo bem. : s

    Abs pra todos!

    • Daniela Rosa

      Oi Filipe. infelizmente poucos médico dão a atenção devida a alguns sintomas que as gestantes apresentam (isso eu falo não só no caso da colestase). Penso que por menor que eles sejam só pelo fato da mulher estar grávida nunca podemos desconsiderar um problema mais grave ou uma complicação, neste caso estamos lidando com duas vidas! Mas que bom que vocês foram atrás e encontraram um bom médico para ajudá-los, depois vou querer saber notícias, oK? Um grande abraço para vocês!

    • Você sabe me dizer qual o nome do exame???
      Estou com os mesmo sintomas e passando pela mesma situação…..farei o exame sem requisição mesmo, mas estou com dificuldades de achar o nome!

  7. oi tive essa doenca na minha 1 gravidez infelizmente perdi meu bebe na 35 semanas ele parou de se movimentar, meu medico nao deu muitas esplicacoes,no laudo estava calcificacao da placenta, alteracao de pressao e mais nada agora estou gravida novamente troquei de medico at mas meu medico atual disse que essa doenca colestase intra hepatica nao leva o bebe a obito o que faco troco de medico.

    • Daniela Rosa

      Oi Mara, como você já teve a colestase o ideal nesta gestação atual seria o seu médico estar fazendo um controle do seu caso pedindo exames periodicos do fígado. A colestase deve sim ser considerada como algo bem grave e eu no seu caso (talvez) iria consultar com um outro médico pelo menos para saber uma outra opinião. Porém o mais importante de tudo é que você se sinta segura com o profissional que tiver te dando assitência! Espero que dê tudo certo, mais adiante me manda notícias! Beijos

  8. oi Dani, estou com 24 semanas e uma coceira insuportavel a noite no corpo todo.comentei com meu medico e ele me receitou polaramine, e diminuiu um pouco das maos e dos pes, porem o resto do corpo falto arrancar a pele.Notei q ele nao deu muita importancia mesmo eu mencionando a tal doença.

    • Daniela Rosa

      Oi Luciane, o ideal seria você fazer alguns exames de sangue que incluíssem todos os índices da função hepática (exames gerais do fígado: Albumina (Alb), Alanina transaminase (ALT), Aspartato transaminase (AST, Fosfatase alcalina (FAL), Bilirrubina total (TBIL), Gama glutamil transpeptidase ou gama-GT (GGT)).
      Se caso o seu médico não quizer prescrever sugiro que faça por conta própria, daí se der algo alterado converse melhor com o seu médico e se continuar não dando muita atenção quem sabe pode ser o caso de pensar em trocar. Depois me manda notícias! Beijos!

      • Dallila Caianne

        Meninas… lendo sobre essa doença, estou com medo agora!!! Estou com 29 semanas, e coceira no solado do pé, nao no pé todo, nao coça o calcanhar: ( nao sei o que pode ser!! Só coça anoite, e as vezes nem coça!! Nao chega a ser insuportável… pelo menos não ainda!! D qualquer maneira tenho medo de estar doente e não ser diagnósticada a tempo!!! Tenho consulta daqui dez dias, e fiz exame de sangue esse semana, ja pra ver os resultados nessa consulta!! Mas nao sei se nesse pode constar algo, pois foi aquele pra ver si estou com anemia. Aiii to com muito medo, esse é meu primeiro filho, e ja o amooo tanto…

        • Daniela Rosa

          Oi Dallila, se a coceira é só no calcanhar acho que pode não ser a colestase, mas o ideal é você ligar para a seu médico e explicar o que está sentindo, se for o caso pedir um exame de sangue de toda a função hepática. Mas fica tranquila, vai dar tudo certo,… estamos torcendo por você! Beijos e manda notícias!

  9. Em 2009 engravidei da minha filha, algo mto planejado e desejado. A gravidez estava muito bem até as 24 semanas, qdo gradativamente dia após dia uma coceira cada vez pior me tomava e com ela o sono ia embora. A coceira começou nas costas, mas sem marca nenhuma na pele. Depois uma coceira louca nos pés, mais, generalizada! Tanta que ao me coçar eu me feria. Nos exames de sangue nada dava muito alterado no início (só a presença da hepatite c que foi adquirida através da minha mãe, por transfusão).
    E a cada dia o estresse e cansaço aumentavam pela falta de sono. A coceira parecia que me mataria de tanta (e realmente e um envenenamento pela bile), e ainda com um bebê na barriga que era já a razão da minha vida!
    Fomos em inúmeros dermatos, hepatos e ginecologista e nada.
    Eu esperava a melhora. Já minha mãe, no desespero começou a divulgar…foi quando uma conhecida dela falou da sobrinha que tinha tido!
    Falei com a menina e com o médico dela, que me diagnosticou. Do consultório dele fui para o hospital ser internada, com 29 semanas. No hospital fiquei uma semana sedada para ver se os sintomas diminuíam, mas parecia que não. Fui para casa, mas 2 semanas depois, no pre-natal eu estava péssima de coceira insuportável, e em trabalho de parto! Fui internada em desespero de coceira-dor, muito medicada inclusive com inibina e corticoide. Com 35 semanas minha filha nasceu! Saudável e doce, o melhor presente do mundo!! Mas fiquei impressionada com a falta de estudos e de interesse por algo tão sofrido e perigoso para o bebê e também para a mãe.

    • Daniela Rosa

      Oi Flávia, fico bastante triste em ver a falta de interesse/ importância em que esta complicação é tratada. Mas fico bastante feliz que deu tudo certo para você! Penso que tentando divulgar isso para outras pessoas, já estamos ajudando em algo! Beijos

  10. Apareceu muita costeira no meu corpo principalmente na sola do pé e na junta foi braço fiz uns exame e Deu um pouco alterado o Tgo e Tgp estou de 37 semanas e o médico disse q não é nada e normal isso em grávida partir do 3 trimestre. Queria saber se é normal mesmo?

    • Daniela Rosa

      Oi Eula, para saber realmente o que está acontecendo você teria que fazer mais exames (principalmente da função hepática) e até exames para ver como o seu bebê está! Quem sabe conversa melhor com o seu médico para ver isso! Beijos e que Deus te abençõe!

  11. Oi tambem to com essa coseira costaria de saber se o pator so pode ser sezaria se normal e prejudicial me responda por favor to 37Semanas

    • Daniela Rosa

      Oi Juliana, sobre o parto quem poderá responder melhor é o seu obstetra (vai avaliar o que é melhor para o seu caso). Falando da colestase gestacional: a grande maioria dos partos acabam sendo cesariana em função de o bebê ter que nascer prematuro devido as complicações deste problema. Beijos querida e estou torcendo para que dê tudo certo!

  12. Alessandra

    Bom dia Dani. No dia 16/04/2014 fui diagnosticada com dengue tipo 1.Os sintomas eram dor no corpo, dor de cabeça e febre. Logo depois de alguns dias comecei a sentir coceiras pelo corpo todo, tanto que fiquei toda vermelha e precisei ser internada para tratar das coceiras. Meu pés e minhas mãos pareciam que iam explodir de inchaço, dor e coceira. Tanto que minha mãe punha toalhas molhadas para amenizar os sintomas.Fiz exames de TGO e TGP onde acusou aumento considerável da função hepatica e logo meu gineco/obstetra solicitou um ultrassom do figado, pancreas e etc. que estavam todos em ordem. Pois bem, a dengue passou, a função hepatica estava voltando ao normal, mas ainda estava alta sendo que o normal era de 10 a 37 e meu exame deu 87.O medico me receitou vitaminas, omega 3 e um remedio para coceira caso se agravasse. Mas como dito pelas leitoras, a coceira durante a noite é insuportavel, meus pes e maos coçam muito, meus braços e pernas estão com feridas e hidratante nenhum melhora, pelo contrario, parece que pinica mais a pele. Hoje estou com 32 semanas e 5 dias, fiz um novo exame de sangue e o tgo/tgp esta altissimo novamente. Já havia dito ao meu medico sobre a colestase e ele me disse que a coceira é provavel da dengue pois eu não tinha manchas amareladas na pele. Algumas de vcs tiveram esta manchas? Graças a Deus meu Enzo mexe bastante, mas estou muito preocupada, pois esta é minha 3º gestação e que esta dando certo. Tive dois abortos sem explicações com 2 meses. Estou indo ao medico mostrar o exame e pedir uma explicação.

    • Daniela Rosa

      Oi Alessandra, eu só tive a coceira como sintoma. Mas se a função hepática está alterada é bom cuidar, quem sabe consulta com um hepatologista! Espero que dê tudo certo e depois manda notícias! Beijos pra vocês

      • Olá, tive colestase gestacional. Com 26 semanas de gestação não aguentei mais os pruridos (coseiras em todo corpo) cansaço e muitas dores. Fui a uma dermatologista expliquei minha situação e pedi para que me desse guias para exames de sangue específicos para o fígado e minha suspeita ficou mais real exames totalmente alterados. Fui para pronto atendimento o qual ja fiquei internada. Resumindo foram 3 internações, mais de 20 dias no hospital, estava com icterícia. Fiz biopsia o qual confirmou a colestase gestacional. Meu bebê nasceu prematuro de 34 semanas no dia 31/12/13. Ficou 4 dias na uti neonatal, 2 dias no berçário. Ainda estou sendo acompanhada pela gastro, estava tomando medicação. Este mês fiquei sem, Fiz nova biopsia exames de sangue específicos do fígado para ver como meu organismos esta reagindo. Quem quizer mais esclarecimentos pode entrar em contato comigo. Pesquisei muito e aprendi muito a respeito da colestase minha gastro é maravilhosa cuidou de mim com muito carinho salvou minha vida e do meu príncipe que hoje esta com 8 meses muito bem.

        • Daniela Rosa

          Eliane, ainda bem que você foi bem assistida, fico feliz que você e seu bebê estejam bem! Beijos

        • Me ajude, estou com essa coceira insuportável a duas semanas, meu GO falou que é normal, após esquivar vi sobre a colestase e tenho todos.os sintomas, marquei logo um hepatologista daqui a três dias e vou fazer exames daqui a dois dias, estou grávida de duas meninas e apavorada, choro dia e noite, não aquento mais me coçar, meu corpo está cheio de feridas, me ajudem

        • Bom dia. Gostaria de pedir umas informações se possível. Minha esposa tbm está grávida de gêmeos bivitelinos, está com 34 semanas e foi diagnosticada com colestase. Vc tomou o medicamento Ursacol? Aconselha toma-lo? Melhorou? A médica dela passou esse remédio , mas estamos com medo de tomar pq na própria bula diz q não é indicado para gestantes. Estamos com medo e pensando q talvez seja melhor antecipar o parto. Enfim, se puder partilhar sua experiência. Deu abençoe vc e seu bb. Obrigado.

          • Ei, José! Td bem? Eu tomei o ursacol durante um mês, porém, nas últimas 3 semanas antes do parto o médico suspendeu pq não estava mais abaixando as taxas do fígado. Ele me explicou q no meu caso, na balança, o remédio faria mais bem do que mal, pq minha colestase foi já no quinto mês, então tinha q fazer alguma coisa. Meu filho nasceu bem, com 36 semanas, só um pouquinho amarelinho. Espero que corra td bem com sua esposa e seus pequenos. TS d bom pra vc!

  13. Izabela Oliveira

    Olá, sua publicação já faz mais de um ano e é uma das poucas sobre o assunto.
    Ontem fui ao pronto socorro devido a dores no pé da barriga ( estou de 35 semanas). Comentei sobre a coceira e a medica assustou na hora e solicitou exames de sangue.
    Alguns saíram alterado e ela entrando em contato com meu medico pediu para que eu volte amanhã e faça novamente os exames.
    Ela informou que pode ser sim o inicio de uma colestase e me acalmou garantindo que não tem problema para o bebe, porém todo cuidado é pouco!
    Espero que amanhã as alterações tenham diminuído e não seja nada, mas a publicação ajudou muito pois não tem informação em lugar nenhum sobre esse tema…

    • Daniela Rosa

      Izabela, é uma pena que temos pouca informação sobre esse problema. Fico feliz que o meu relato teu ajudou e espero que tenha dado tudo certo! Beijos

  14. Isabel Ribeiro

    Oi bom dia!
    obrigada por compartilhar sua experiência com a gente!
    Em 2011 passei por esta experiência, que deixou uma marca profunda e amarga dentro de mim.
    Infelizmente meu caso não acabou bem e meu bebê morreu depois de 9 mesês de gestação por complicações causadas pela colestase.
    Durante a gravidez não houve um bom cuidado e descartaram a possibilidade de ser colestase, apesar de eu me queixar de todos os sintomas que vc descreveu.
    Devido esta doença apresentar sintomas semelhantes à outros casos mais inofensivos, acabam muitos dagnósticos sendo dados de maneira errada pelos médicos.
    Muitas vezes seu instinto materno esta mais certo, doque o que médicos insistem em te fazer acreditar.

    Graças a Deus tenho outro filhinho agora, que claro, não substitui o meu primeiro, mas ajuda a amenizar um pouco a dor desta perda imcomparável que sofremos.
    Desejo à todas as mamães muita sorte e saúde durante suas gravidezes e fiquem de olho. Não tenham medo nem receio de expor suas dúvidas e medos. Sigam sua intuiÇão!

    • Daniela Rosa

      Isabel, lamento muito pelo que aconteceu! Minha esperença divulgando o meu caso é que mais mamães descubram esse problema e quem apresentá-lo possa ser atendida adequadamente. Beijos

  15. Daniela Armada

    Olá Dani, tudo bem ? Temos algo muito em comum além do nosso nome hein … eu também tive colestase gravídica em minha gestação …. descobri com 30 semanas … e graças a Deus correu tudo bem … foi exatamente do jeito que vc relatou … eu estava nas mãos de um excelente profissional que já de início com a minha coceira, cogitou que talvez pudesse ser colestase, aí os exames só constataram a suspeita dele … Meu Guilherme nasceu de 37 semanas e 1 dia, está muito bem … a única coisa mesmo que ocorreu comigo é que não tive leite para ele o suficiente e ele toma fórmula infantil, mas graças ao meu obstetra, ele foi bem assistido, monitorado o tempo todo e quando eu vi que não aguentava mais, fui para o pronto socorro do hospital são luiz de sp e fiz os exames necessários, lá realmente constatou que a minha bilirrubina, tgo e tgp estavam muito alterados, aí fiquei por lá mesmo e no dia seguinte pela manhã ocorreu o parto do meu filho. Eu era a segunda paciente dele com esse diagnóstico e realmente essa patologia é pouco conhecida mesmo na gestação ….. Vamos divulgar para o maior número possível de pessoas para que as mesmas “salvem” seus bebês….

  16. Daniela Armada

    Só complementando ….dei entrada no pronto socorro do São Luiz às 22:30 hs do dia 15/05 e o Guilherme nasceu dia 16/05/2013 às 10:45 hs …. Nossa estória Dani é bem semelhante …. monitoraram os batimentos cardíacos do Guilherme antes de nascer durante a noite … graças a Deus estava tudo bem … as minhas coceiras eram insuportáveis, não conseguia dormir, pois a noite se agravava mais … pra aliviar, eu chegava a ficar com toalha de banho umidecida no meu corpo, pois loções e cremes não resolviam, eu cheguei até a passar camomila na minha pele pra ver se acalmava a coceira, mas nada resolvia… 3 dias após o nascimento do Guilherme, eu já não sentia mais nenhum tipo de coceira e os resultados dos exames foram impressionantes, o que estava alterado anteriormente, havia praticamente voltado ao normal.

    • Daniela Rosa

      Oi Dani, fico feliz que tenha dado tudo certo com você e seu filho! Fiquei impressionada como as nossas histórias são parecidas. Graças a Deus fomos bem assistidas,… Beijos

  17. Gláucia Raquel

    Olá. Eu comecei a sentir coceiras esporádicas que eram associadas a ingestão de certos alimentos e ao uso de determinados cosméticos. No decorrer da gravidez a coceira se tornou tão insuportável que o único cosmético que eu usava era um desodorante sem cheiro, sem álcool e sem parabenos. Cortei sabonetes, cremes, maquiagem, etc. E também não me alimentava direito, tinha medo de comer e aumentar a coceira. Resultado: com 30 semanas eu estava emagrecendo e minha bebe não estava ganhando o peso adequado à idade gestacional. Eu tomava antialérgicos, passava as noites em claro tomando banho e me coçando. Nessa fase, meu GO me passou injeções para ajudar no amadurecimento dos pulmões, lembro que a dose padrão era uma ampola e depois de 24 horas mais uma. Ele me receitou o dobro. E nesta fase eu cheguei a fazer exames do fígado, mas os resultados eram inconclusivos. Pelo que aconteceu comigo e pelos relatos que leio, as alterações só ocorrem depois que a coceira já atinge níveis estratosféricos. Assim que fui diagnosticada fazia controle semanal: exames do fígado (tanto as taxas através do exame de sangue quanto ultrassom), bem como ultrassom com dopler e acompanhamento com meu GO. Precisei me afastar do trabalho e pegar a licença maternidade mais cedo que o previsto, pois minha semana era dividida entre laboratório, clinica de ultrassonografia consultório do meu médico. Tomava Ursacol e a cada semana meu médico aumentava a dose, mas mesmo assim as taxas oscilavam muito. Tive minha bebe com 38 semanas, ela nasceu pequena porém saudável, depois de alguns dias a coceira foi embora. Hoje ela está completando 7 meses, é super esperta, inteligente e grande.
    Depois de todo esse susto, decidi junto com meu marido, que não teríamos mais filhos. Porém há algumas semanas me deparei com outra gravidez. Comecei o pré-natal, fiquei mais cuidadosa, inclusive com a alimentação e torci muito para que o problema não se repetisse. Porém essa noite comecei a sentir coceira e com 10 semanas de gestação tenho quase certeza que é a colestase se manifestando novamente.
    A primeira gestação foi difícil, mas o maior sofrimento foi da metade p/ frente. Mas essa gestação ainda está no começo e não sei como vai ser. Só peço a Deus força para aguentar até o final. Por mim, pelo bebê que está na minha barriga e pela minha bebê em casa que também merece toda a atenção.

    • Daniela Rosa

      Oi Gláucia, tomara que dê tudo certo, estou torcendo por você e seu bebê. Mas conversa direitinho com o seu médico sobre isso, normalmente a Colestase Gestacional só de manifesta depois de 30 semanas de gestação! Sempre é bom investigar bem. Beijos querida

    • Olá glacial eu tive na primeira gravidez e tbm n queria mas filho mas aí veio outra é tô passando por td novamente. Só deus eu tomei ursacol na primeira gravidez e n fez efeito então tomei questran q alivia um pouco o prurido dessa começou com 32 semana e é insuportável

  18. Nossa, lendo os comentários por aqui percebo que, graças a Deus, tive um ótimo atendimento e um diagnóstico super rápido!
    Tive uma gravidez muito tranquila, nada de enjoos, insônia e outros sintomas. Trabalhei normalmente ( e muito por sinal, rs).
    Completei 37 semanas de gestação num domingo e os sintomas começaram na segunda a noite. Uma coceira terrível mas mãos, que ficaram vermelhas e quentes de tanto coçar. Na terça de manhã a coceira sumiu, porém a noite se espalhou pelo corpo inteiro. Achei que ia enlouquecer! Não dormi nada. Na quarta tinha consulta de pré natal e contei ao meu médico sobre a coceira. Ele logo desconfiou e fez um ultrassom para verificar as confiçoes da placenta e do bebê. Estava tudo bem, mas mesmo assim ele pediu que eu fosse ao PS da maternidade para fazer os exames de sangue e descartar qualquer problema. Não quis me assustar mas disse que se tivesse qualquer alteração nos meus exames, por menor que fosse, ele faria o parto no dia seguinte. Conclusão: Os exames estavam alterados e o parto aconteceu no dia seguinte (11/09/2014). O bebê nasceu lindo e saudável mas um pouco menor que o esperado e o médico disse que ele deixou de ganhar peso por causa da minha doença. 15 diasFisher Price Rainforest Friends Newborn-to-toddler Rocker depois do parto meus exames aida estavam alterados. Refiz um mês depois e ainda não peguei os resultados. O médico chegou até a cogitar a possibilidade de ter se tornado uma hepatite auto imune. Espero que os exames mostrem que não. De qualquer forma, espero que esses relatos sirvam pra alertar as pessoas sobre essa doenca.

    • Daniela Rosa

      Raquel, que bom que seus médico agiu dessa forma! Realmente, cada relato de um caso pode ajudar muitas outras mamães que estão passando por esse problema! Beijos

    • Oi depois de quanto tempo que seu bebê nasceu a coceira parou??? Eu ainda estou com coceira e meu parto ocorreu há 70 dias

  19. Alguém sabe me dizer se a coceira começa pelas mãos p depois ir p o corpo, q no meu caso começou no corpo fazem dois dias, e coça só q eu tenho tipo uma bolinhas no corpo, alguém Tb teve bolinhas. Tipo alergia?

    • Daniela Rosa

      Frantiesca, não tive bolinhas! A coceira era no corpo todo, porém muito pior nas palmas das mãos e pés! Espero ter te ajudado,… beijos!

  20. Olá Daniela! Muito legal o seu relato! Na época em que tive colestase (minha filha nasceu em Abril de 2008) havia pouquíssimos sites que falavam desse problema, nenhum deles do Brasil. Meu médico nunca havia visto nenhum caso de colestase e insistiu muito de que se tratava de apenas uma conceira comum. Eu entretanto insisti muito com ele que não podia ser apenas isso pois a coceira era insuportável e absolutamente nada ajudava a fazer passar. Para tentar aliviar, eu costumava me encostar em uma parede ou janela gelada pois o frio parecia ajudar um pouquinho! Foi apenas quando dois outros médicos, um demartologista e um hepatologista, insistiram com meu obstetra de que se tratava de colestase que ele então finalmente se convenceu. No meio da minha 36a semana de gestacao e eu entao reclamei que nao sentia minha filha se mexendo e foi entao que resolveram realizar meu parto. Na minha consulta seguinte com meu obstetra ele entao novamente observou que nunca tinha visto um caso de colestase!
    Realmente há muita falta de informação por parte dos médicos. Outra importante informação pouco divulgada é quanto aos problemas de fígado que nós mulheres estamos sujeitas anos após termos colestase na gravidez. No início do ano passado tive pedra na vesícula que teve que ser retirada e em Dezembro fui diagnosticada com hepatite autoimune. Existe a crença de que uma vez desparecidos os sintomas ao final da gravidez não teremos mais problemas nenhum, mas infelizmente não é bem assim. Ainda existe muito pouca pesquisa acerca dessa doença e não se sabe ainda qual a porcentagem de mulheres que venham depois a desenvolver outros problemas de fígado. Aqui na Inglaterra onde moro, só se começou a falar a respeito dessas possíveis complicações recentemente. E apenas com o meu último diagnóstico em Dezembro é que foi-me informado dos links entre essa doença e a colestase que tive quase 7 anos atrás. Fica portanto um alerta às mulheres aí no Brasil e um pedido para que não só a colestase, mas suas possíveis complicações pós-gravidez sejam mais amplamente divulgadas.

  21. Ola Daniela, estou com 29 semanas e tive a colestase no inicio da gravidez..e voltou agora, com quase 30 semanas..estou fazendo o acompanhamento com uma médica maravilhosa, mas está insuportavel de dormir..ja divulguei pois sempre que falo que tenho colestase, as pessoas não sabem o que é..bjao

  22. Daniela, estou desesperada com tudo que li, na minha primeira gravidez meu obstetra falou que era ‘normal’ as coceiras e nunca passou exames referente a colestase e sempre falando que as coceiras na palmas das mãos e nos pés estavam insuportável sempre comentava nas consultas mais ”isso” é normal na gravidez. Graças a DEUS minha filha nasceu com 39 semanas saudável. Agora na segunda gravidez as coceiras começaram e acabei fazendo agora com 32 semanas o exames de sangue o TGO E TGP por minha conta e ambos alterados um 174 e outro 63. Fiquei bastante assustada pois já havia comentado com ele na ultima consulta sobre as coceiras e as mesma respostas é ”normal”. :( sei que agora estou desesperada com esses valores, falei com ele e mandei o resultado e ele informou que agora minhas consultas será semanal para acompanhar batimentos do bebê e monitorar a cor da urina e se tem ocorrência de ictericia. Os exames de sangue melhor monitorar em 2 em 2 dias ???? pq se ele não passar faço por conta própria.
    Estou com muito medo, mais sei que tudo em nossas vidas pertencem ao Senhor pois Ele tem o controle de Tudo pois é Ele que dá vida e é o mesmo que tira, então que seja feita a vontade Dele.

    Obrigada pelas informações do seu blog.

  23. Olá Dani, também acredito

  24. Olá Dani, também acredito que estou com colestase, pois tive estes sintomas a 10 anos atrás na minha primeira gestação, e hj estou de 33 semanas e 3 dias e com coceiras insuportáveis, falei com meu médico só por telefone e pelo que percebi ele não conhece essa patologia, vou passar por ele hj e vou levar tudo mastigado, pesquisei muito, e estou muito apreensiva. Seu blog é muito importante para expandir as informações ja que não se tem muitos estudos, nós que passamos por isso precisamos compartilhar dos sintomas que sentimos. Obrigada!

  25. Olá Daniela, também estou suspeitando da colestase. Queria saber por quais exames tu foste diagnosticada. Meu médico não deu bola, mesmo assim insisti e ele pediu tgo, tgp, glama glutamil, e bilirrubina geral e fraçoes. Não tive nenhuma alteração nesses exames. Ainda sim fui em um hepato, que, mesmo sem alterações nesses exames, pediu exames de acidos biliares e fosfatase alcalina. Só que esses exames demoram 13 dias uteis para ficar prontos!! Tu fizeste alguns desses últimos no hospital com o resultado mais rápido? Estou com 30 semanas e não queria esperar tudo isso! Parabens pela iniciativa, vc está salvando muitas de nós, beijinhos!

  26. Olá, Dani, primeiramente quero te agradecer por todas essas informações. Como esses profissionais são tão desinformados, precisa divulgar mais sobre esse assunto nos postos de saúde, em cartazes etc. Falam q é uma doença rara mais esta deixando de ser, esta parecendo mal do século com utilização de tecnologia, uso de microondas e consumo de alimentos industrializado, deve estar causando esse mal ! Eu tenho doença autoimune como reumatismo e hipotireoidismo q tbm não sabem a causa, só dizem q é genético, eu acredito q seja devido tantas vacinas q tomamos ao longo da vida. Pesquisa sobre o mal q as vacinas provocam !
    No meu caso quando estava com 5 meses de gestação tive fezes esbranquiçadas q pensei q era verme, mais o médico q me atendeu disse q poderia ser fígado, fiz exames e deu tudo normal, só q de umas semanas p/ cá, faço exames e dá anemia, deficiência de vit. D e esta abaixando minhas plaquetas, a minha obstétra não entende tudo isso. Agora com 30 semanas apareceu uma coceira q esta causando feridas, sinto tbm na sola do pé e na palma da mão, fora outras partes do corpo, liquei p minha GO e ela disse q não é nada demais, só uma alergia, normal da gravidez e me passou Polaramine, não tomei e nem vou tomar, já estou tomando um antitóxico Ornitargim e pretendo tomar Xantinom q é p o fígado. E essa semana vou ao hepatologista. Preciso de uma resposta, dependendo faço questão q meu bb nasça antes das 37 semanas.

  27. Oi Daniela minha esposa está com colestase gestacional e qual foi a taxa de TGO / TGP e Plaquetas que você tinha quando o seu filho nasceu. Os sintomas da minha esposa apareceram muito cedo e as taxas estão muito altas, com isso gostaria de comparar com de outras gestantes.

  28. ola Daniela na minha primeira gravidez tive essas coceiras bem no finalzinho, mas nessa segunda gravidez esta dando desde o começo. Bumbum, e pernas são os piores lugares, coça demais, estou tomando hikisizine e usando cremes, mas por favor como vc fez pra pele nao ficar toda manchada, pq estou com as pernas muito manchadas e para diminuir a coceira.

    Obrigada

  29. Olá…Daniela,
    Tbm estou com muita coceira em cima da mão e dos pés onde esta subindo pelo corpo inteiro, tenho medo que seja essa colestase, como posso saber se é?

  30. Oi pessoal li todos relatos tô muito aflita to co 26 semanas e tom com muita coseira nas maos e nos pes e em todo corpo ha três dias fiz exames hoje mas ta tudo bem queria saber com quantos dias se tem o diagnóstico da colestase.

  31. Anaturesa

    meninas estou sofrendo muito porque meu caso não teve um final feliz.Apresentei a coceira no final das 35 semanas de gestação e como não tive o diagnostico logo o obstetra suspeitou de alergia e me receitou celestamine que amenizou a coceira e o edema mas não resolveu aguardou a maturidade fetal insistiu para fazer parto normal depois pensou em indução mas passei mal em 25/03/15 e meu filho nasceu em 26 /03/2015 com trinta e nove semanas de cesariana fiquei tão aliviada quando ouvi ele chorar mas sobreviveu por apenas doze horas.o medico só solicitou provas hepaticas no dia do parto fosfatase e tgo estavam muito elevadas TGO- 136 após uma semana do parto tgo caiu para 27 e a coceira sumiu após dois dias do parto.Foi minha primeira gestação e antes da gravidez fiz ultrasson e apresentou esteatose hepatica moderada e engravidei apos quatro meses que parei o anticoncpional (level dosagem hormonal em miligramas o ideal seria microgramas)que usei por 10 anos initerruptos será que isso influenciou? MEU APELO É QUE AINDA QUERO SER MÃE MAS TENHO MEDO DESSA MALDIÇÃO.Será que vou passar por isso em uma segunda tentativa.Tem alguém com uma experiencia de sucesso numa tentativa subsequente.Esse problema tem que ser divulgado em programas de televisão que é uma mídia de maior alcance.Aguardo as colegas se pronunciarem.Me ajudem isso está me consumindo tem apenas 34 dias que pedi meu bebê e ja está chegando dia das mães sonhei que ele estaria nos meus braços, mas meu sonho foi interrompido

  32. Estou com 37 semanas. E uma semana estou clm prurido. Nao tenho vesicula posso estar com colestase?

  33. Tive dengue com 25s, logo depois de alguns dias começou a coceira insuportável, o que é ‘normal’ da dengue até. Fui na maternidade e deu alteração no TGO TGP, fui diagnosticada com a Colestase. Duas semanas depois repeti e continuavam altos, porém os outros (GAMAT GT, FOSFATASE, BILIRRUBINAS) sempre normais.
    Tem dois dias q repeti os exames e o tgo tgp já estão bem baixinhos, no mínimo. A coceira deu uma trégua por uma semana, mas agora tem uns 5 dias q sinto q está voltando… Será q pode ser psicologico ou um simples prurido?? Pq meus exames estão normais, não tem mais nenhuma alteração em nada. Não sei o que fazer, tenho medo de voltar a coceira :(
    Estou com 29+1 hoje.

  34. Olá querida sua experiência me alertou estou a dois dias com uma coceira insuportável na sola dos pés que não me deixam dormir não consigo controlar choro de tanta irritação mas como faço atendimento de pré natal pelo sistema e faltam dez dias para a próxima consulta será que se for a emergência e falar sobre o assunto eles me faram os exames?

  35. Ana Cristina Vasconcellos

    Olá, Daniela. Obrigada por suas informações. Minha filha esta

  36. Ana Cristina Vasconcellos

    Continuando…minha filha está com 19 semanas de gravidez e apresentou esse quadro de inchaço nas mãosr pés com dores e coceiras nas palmas das mãos e sola dos pés e vermelhidão tb em ambos. Estamos indo para a emergência pq essa noite ela chorou de tanta coceira. Vou transmitir essa informação tão importante que poderá salvar vidas. Lamentável esbarramos na ignorância médica e pior ainda, no pouco caso desses sintomas que tiraram vidas. Parabéns e grande abraço.

  37. Gostaria de saber se as coceiras devido a essa doença são somente nos pés e mãos ? Estou com uma coceira terrível mas entre os braços e pernas ! Obrigada

  38. Olá,gostaria de saber como posso ter a certeza?fiz todos os exames mencionadosapenas um com alteração fosfatase alcalina será que pode ser colestase?estou com 33 semanas e já tem quase um mês que venho sentindo coceiras no corpo ,não eram insuportáveis mais agora com o tempo está aumentando….me ajudem!!!

  39. vera lúcia

    eu tive essa coçeira no sexto mes de gravida terceira gestação foi emloquecedor infelismente os medicos são despreparados para esse sintomas,quase no final de fevereiro o chefe dos medicos falou pra mim pode ser problema hepático e mandou eu feser exames deu tudo alterado eu pedir pelo amor de Deus que ele me encaminhasse para a maternide para nascer o bebe ai eu fui com a obstreta q me atendeu e prescreveu o motivo para faser parto indusido foi terrivel mas deu tudo certo tive o José victor 38 mais 2 enfim fiquei bem ficaram marcas no meu corpo pra não esquecer,ai em 2014 engravidei mais perdi e agora em maio emgravidei tava certo ate completar 6 meses é começou a coçeira novamente dessa ves fui no atendimento e reltei pro obstreta q tive essa coçeira intensa do meu outro filho e falei q a funcão hepática deu alterada e ele me pediu o exame no outro dia fui ver o resulta deu 3 intes mais disse q não era colestase e m passou um anti alérgico so tomei 3 comprimidos me senti mal não tomei mais porq não adiantou é as coçeiras não passa so aumenta falto enloquecer a noite de tanto me coçar para amenisa eu parei de comer pão branco carnes frango deces é leite etc.so como peixe feijão arroz e faco tapioca e tomo cha,vou ensisti pra faser novos exames ate descobrir algo,ja tive ate sangamento por conta da placenta q ta baixa mais pelo sus e conplicado tou pensando seriamente ir no particula quem sabe tenho o meu bebe assim q ele estiver maduro.choro toda sa noites pensando nesse problema q tou passando pela segunda vez mas tenho fé q vai dar certo vou ter minha filhotinha q se chama Eva Helena q Deus me ajude.

  40. Boa tarde! Comecei com as coceiras 02/06/15 , na palma das mãos e sola dos pés algo suportável no começo, procurava algo na internet porém não tem muitas informações,então juntei um pouquinho de cada lugar e fui a luta, fui a emergência relatei o caso tomei fernegam injeção não adiantou ,voltei novamente tomei loratadina, e nada fui a consulta de pré natal e o médico disse ser normal procurei hepatologista a mesma pediu exames da função hepática a meu pedido e os exames deram normais e a médica falou procurar dermatologista, tentei atendimento na unidade pública fui atendida até com boa vontade mostrei exames e repeti os de função hepática e nada de diagnóstico, voltei na unidade de saúde com exames novos ao ver da médica pouquíssimas alterações descartou colestase ela passou ultrassom do fígado fiz no dia 17/06/15 e o médico que fez falou que tava tudo certo. Mais que certo esse que não me deixava mais dormi, não tinha sossego minha intuição de mãe dizia que algo não ia bem com minha filha, no dia que fiz esse ultrassom do fígado tava tão preocupada que o médico tbm deixou eu ver minha bebê na tela e ouvi seu coração,tudo certo. Parecia que nenhum médico sabia do que se tratava. No dia 18/06/15 fui dormi sentindo um peso no pé da barriga por volta de 00:30 começaram umas cólicas bem fracas que iam e vinham avisei meu marido e ele falou , melhor irmos ao hospital! E eu falei vamos esperar um pouco!esse foi meu erro. Quando foi 05:00 me arrumei poiis as cólicas estavam aumentando e fomos ao hospital lá informaram que ia nascer aguardei sentindo dores para realização da cesariana com 38 semanas e as 10:00 nasceu minha princesa com dificuldades para respirar e presença de Mecônio no líquido amniótico. Minha filha estava em sofrimento fetal, Ficou no berçário porém as 12 hs foi para UTI onde passou 11 dias de muitas lutas e dia 30/06/15 o dia mais esperado onde o Senhor Deus me abençou e puder trazer minha princesa pra casa. Estou aki para alertar quem está passando por algo semelhante busque ajuda, não duvide da sua intuição, se um não ajudar vai em outro e outro não fiquem de braços cruzados mães, seu filho(a) pode está sofrendo assim como a minha estava. Vamos continuar espalhando essas informações para ajudar mais pessoas. Deus é fiel, confie Nele e busquem ajuda!

  41. Bia Carvalho

    Eu tive coceira nas minhas três gestações e na segunda tive minha bebê morta e é muito difícil mesmo o diagnóstico os médicos em que passei sempre me receitavam antialérgicos mas de nada resolvia so na minha ultima gestação fiquei a PA do colestase obstétrica.

  42. Viviane Gonçalves

    Sofri com as coceiras nas 2 gestações. Na segunda gestação começou quando eu estava com 16 semanas, a coceira me consumia, eu não dormia mais. Falei com meu obstetra que pediu exames, porém só detectou hepatite c. As coceiras pioravam, estava enlouquecendo, chegava nas consultas chorando desesperada. O obstetra, prescreveu QUESTRAN, porém não ajudou. Os dias iam passando e nada se falava em COLESTASE.Ele dizia que era da hepatite me recomendou que procurasse um dermatologista que tb disse que não tinha o que fazer.
    No auge do desespero comecei a me cocar com escova de lavar roupa, e tomar 20 banhos gelados por dia…
    Nada do obstetra diagnosticar, ele pesquisava e dizia que era prurido.
    Fiquei sem dormir meses (sem exagero)dr, me prescreveu rivotril e até gardenal, porém nada adiantava.
    Não tive o diagnóstico de colestase (acho que o obstetra nem conhece). Meu filho nasceu com 38 semanas, super bem. E as coceiras assim como na 1 gestação desapareceu.
    Não penso mais em ter filho, sofri demais nas 2 gestações. Ainda hj faço acompanhamento com hepatologista, pq tenho picos de coçeiras.
    Colestase tem que ser divulgada, e melhor estudada por médicos…

  43. Boa noite.

    Como pode observar pelo horário estou tendo muita dificuldades para dormir e a duas noites que não durmo, pois também estou tendo problemas com essa coceira louca. Estamos hoje de 34 semana e 4 dias segundo meu primeiro ultra. A quinze dias estive no pronto atendimento e a médica que me atendeu foi muito atenciosa e a primeira coisa que ela pediu foi um exame de sangue para verificar como estava o funcionamento do meu fígado, depois de um resultado normal ela me passou uma injeção de Fernegam e mandou que continuasse a tomar em comprimido em casa se a coceira continuasse. Tomei o remédio por dois dias e a coceira sumiu. Mas infelizmente a uns 3 dias a coceira voltou e estou ficando louca pois até na minha garganta sinto um desconforto e as vezes me ataca uma tosse e parece que começa a trancar. Voltei ao pronto atendimento e fui atendida pela mesma médica de quinze dias atrás, dessa vez me deu uma injeção de corticoide com soro e uma de buscopan com soro separados, pois eu estava com dores no baixo ventre, tendo em vista que entrei em trabalho de parto prematuro com 26 semanas de gestação. Após medicada e não tem muito o que fazer no momento segundo ela, dessa vez mandou substituir o Fernegam pelo Aleggra de 12/12 hrs e fui liberada e voltei para casa com um pouco de dor ainda e pouca coceira que depois de tomar o Aleggra deu uma aliviada mas antes de completar até mesmo 6 horas de ter tomado a coceira voltou e com muita intensidade.Ja passei vinagre, passei pomada, tomei banho e to aqui tão agoniada que acabo não deixando nem minha pequena descansar, pois fico mexendo com ela para ver se ela mexe e tentar ficar mais tranquila, ja que vemos que existe tantos casos de óbitos sem justificativa exata por causa dessa coceira. Uma coisa que a médica me recomendou e não testei ainda que segundo ela pode ajudar aliviar essa coceira é passar uma pasta de maizena (amido de milho) e água, hoje acabei passando no mercado e esqueci de comprar, mas amanhã vou tentar, acho que qualquer tentativa é válida, Alguém já tentou algo assim? A coceira é tanta que estou começando a dormir na sala para não atrapalhar o sono do meu marido que levanta muito cedo, essa situação também está ficando muito chata.Depois que eu fizer o teste com a Maizena informo se realmente alivia. Desejo melhoras a todas e agradeço pela oportunidade dessa troca de experiências. Um grande abraço, fiquem com Deus.

  44. Oi Daniela, estou com os mesmo sintomas,comecei com coceira na segunda feira dia 04/01,vim ao médico na quinta dia 07/01,fiz exames e o único resultado q deu alterado , foi uma enzima hepática,n sei dizer qual é, e meu único sintoma eh muita coceira e vermelhidão por causa da coceira, as como aqui na minha cidade está c epidemia de dengue, suspeitaram w fosse por causa q essa alteração também acontece na dengue, porém não tenho nem febre ,nem diarréia ,nem vômito, fiz dois exames de teste rápido pra dengue e deram negativo,ateh agora não.sabem oq eh, com o bebê ta tudo bem, mas vendo o seu relato vi q o exame do bebê deu alteração depois de uma semana mais ou.menos , me corrija se entendi errado, estou preocupada ,hoje já é domingo dia 10, e nada de descobrirem, pra ser sincera aqui o sistema eh precário, e agora me da uma sugestão do q eu poderia fazer,muito obrigada

  45. Ola,
    Me chamo Gerusa e sofri desta doença na minha gestação. Os sintomas começaram no quinto mês e logo corri para pesquisar, descobri esta doença e na manha seguinte procurei uma emergencia falando dos sintomas e de minha desconfiança. Passei por 6 profissionais medicos desde obstetra, clinico e alergologista sempre relatanto meu sofrimento e preoculpacao, nenhum me deu ouvidos por fim comecei a passar por louca e fresca. Quando completei 38 semanas de gestacao a coceira ja estava em um nivel insuportavel a ponto de eu chorar, tive consulta com o obstetra e havia perdido 1,5 kg em 15 dias o que nao era normal. Implorei para q ele fizesse o parto e o mesmo marcou para 5 dias depois porem nao me pediu nenhum exame isso era uma quinta feira. No sabado a coceira atingiu um pico desesperador e fui na emergencia da clinica, expliquei todo o meu caso pedi pelo parto porem mais uma vez fui ignorada, me aplicaram uma injecao de corticoide de me mandaram para casa. Na terça feira dia 02/02/16 internei para a cesaria as 06:00 da manha, fui chamada para o parto as 08:30 nao fizeram nenhum exame ou monitoramento neste periodo e fui direto para o centro cirurgico. Meu bebe estava morto a dois dias, motivo plurido gestacional causado por uma alteracao no meu figado a placenta parou de alimentar meu bebe. A tristeza ainda e muito grande e me encontro em um deserto neste momento meu filho era perfeito.

    • Ana Carolina

      Entendo você Gerusa, pois passei por isso há 3 meses, minha princesa era perfeita e infelizmente por falta de conhecimento dos médicos minha maior felicidade transformou-se na maior tristeza da minha vida. Por isso devemos divulgar nossos casos para que outras mães possam saber que essa doença existe e que é muito grave.

  46. TATIANA LIMA

    Boa tarde!
    Meu nome é Tatiana Lima, estou gravida do meu primeiro bebê. Estou com 18 semanas. Desde do dia 02/03 começou uma coçeira nos pés, pensei que fosse frieira, coloquei na água morna e melhorou, no dia seguinte amanheci com coçeira na mão, foi ficando cada vez pior e no dia 04/03, estava coçando muito tanto as mãos como os pés,e ficando muito vermelho, então procurei a emergência, o medico que me atendeu falou que era alergia do repelente que estava usando por causa dos mosquitos, pediu para suspender. Passou um antialérgico, que não melhorou em nada a coçeira. Comecei a colocar na água gelada, e percebi que aliviava, mas não não conseguia dormir mais que 4 horas por noite com tanta coçeira. No dia 10/03 fui na obstetra pois estava ficando pior a coçeira, não estava mais conseguindo dormir, tinha que levantar para colocar as mãos e pés na água com gelo para aliviar. A minha médica me falou da colestase, e disse que era muito grave e que só passaria se eu tirasse o bebê, fiquei desesperada e com muito medo. A medica pediu os exames, hoje dia 23/03 a medica falou que não confirmou a colestase e nem descartou, estou com os leucócitos aumentados, entretanto, nada que comprove a doença. Entretanto, a coçeira continua, não sei mais o que fazer, choro as noites querendo dormir, me coçando. Meu bebê está muito novinho, não quero que nada de mal aconteça a ele, já o amo mais que tudo.
    Será que além da água gelada existe algum outro remédio que alivie a coçeira?
    Já usei calamina, gel refrescante e nada de resolver. Peço desculpas pelo desabafo.
    Obrigada.

  47. dani duarte

    estou passando por isso maos estao me eternando sinto muita falta de ar todos esses sintomas e xixi laranjado digamos escuro olhos amarelos coceiras e etc dia 10/05 vou fazer 20 semanaa ainda e ja tive pior com as coceiras mais o que passo mal ainda e as dores em baixo muita falta de ar e parece qie quando a bile sai do figado e vai pra corrente sanguina e injaco e terrivel.

  48. Kessia Gomes Kessia

    Boa noite , meu tgo e tgp tbem deram alterados, porem agora e que estou com 15 semanas e tive uma crise forte de coceira na sola dos PES e nas palmas das maos

  49. Kessia Gomes Kessia

    Queria saber se quando como algo que tenha gordura a coceira piora ou e só impressão minha, quero fazer uma US logo mas a última que fiz tava tudo bem..

  50. Bom dia. Com 30 semanas comecei a sentir umas coceiras muito forte. Mas como 1 mês antes eu tive suspeita de zica toda vez que eu reclamava da coceira falavam que era devido a isso. Só que a coceira foi piorando cada vez mais, eram insuportáveis. Fui dentro de 1 mês 3 vezes aonde faço o pre Natal,2 vezes na emergência de uma maternidade e ninguém descobria o que era. Até que em uma vez fui nessa emergência e falei que não aguentava mais, pediram p eu ir pro dermatologista. A dermatologista suspeitou que fosse isso (colestase) e me passou exames. Foi uma luta pra eu conseguir fazer exames que saísse o resultado no dia. Implorei muito e consegui. Quando fui p onde faço o pre Natal pedindo um hospital de alto risco o ldizendo que estava com isso o médico ficou assustado por não ter descoberto mas mesmo assim deu a mínima. Falou que o jeito era rezar pq não tinha como me encaminhar e isso eu ja com 35 sem e 5 dias. Então comecei a falar eu e minha mãe, que ia correr atrás pq se deixar chegar aos 9 meses minha filha podia vim a obto e ele ia ser o culpado de não ter me encaminhado. Até que a ficha dele caiu e ele me encaminhou p uma maternidade de alto risco. Irei amanhã com 36 e 1 dia, estou orando pra ficar internada e ter logo minha bebê, antes que passe mais tempo. Então meninas se tiverem suspeita corre atrás, implora por esse exame e imploram pra conseguir fazer o parto antes dos 9 meses, pq muitos médicos não conhecem o risco desse doença. Minha enfermeira então nunca tinha ouvido falar nisso.

  51. E pra quem ainda está com coceiras insuportáveis, pergunta a seu médico se pode tomar o remédio DESALEX. Foi o único que fez melhorar. Eu fiquei quase que 2 dias acordada devido a coceira, já tinha tomado de tudo é nada passava, até injeção fenergan tomei e não deu jeito. Com esse remédio no terceiro dia melhorei muito !

  52. Elizabeth Oliveira

    Em minha primeira gravidez fiquei com essa coceira horrível, estava no meu sétimo mês de gestação e parou na noite em que meu bebê nasceu isso em em 28/06/2007. Hoje estou com 32 semanas de gestação ou seja, sétimo mês novamente a coceira começou a dois dias. Com essa informação vou consultar meu médico e vê o que ele me diz. Minha irmã e umas três mulheres com quem conversei tiveram a doença e até então não sabíamos dos risco ao bebe.

  53. Olá hje foi confirmado que estou com colestase, estou muito preocupada,meu médico está tomando as providências já,minha dúvida é se tanto o bebê como a mãe podem ir à óbito ?

  54. Ola, há um semana comecei sentir essas coceiras na palmas dos pés e mãos e percebi que meu xixi esta amarelo escuro, a noite era pior me coçava muito em todo o corpo, até dormia com uma escova pra me coçar. Como sou curiosa comecei a pesquisar e achei esses sintomas relacionados com a colestase.Estou de 32 semanas e comentei com meu esposo que disse para eu ir no P.A e solicitar exames de TGO e TGP, comentei com a medica de plantão que até foi áspera comigo dizendo que não era nada disso, e meu receitou loratadina para as coceiras e me de pediu para colher exame de urina tipo I que deu normal, liguei para minha G.O e a resposta não foi diferente disse que poderia ser algo que eu tivesse comido. porém as coceiras continuam e não sei oque vai fazer pois os médicos não dão bola para as nossas opiniões, estou pensando em colher esses exames da função do figado por conta própria, a coceira esta no corpo todo. Gostaria de saber depois de quanto tempo da coceira pode haver as alterações do figado?

  55. Olá Daniela. Vc lembra os parametros que estavam alterados e os valores? obrigada, Renata

  56. DANIELE BELO RODRIGUES

    Olá!!! Também tive está coceira na palma da mão e na sola dos pés é horrível sofri uns 4 dias. Minha GO receitou um antialergico melhorei. Dias depois fiz exames e estava tudo ótimo. Quando completei 38 semanas tive dores de cabeça, na nuca,super forte e dor na boca do estomago, fui para a maternidade e fiz o exane do coração no meu bebe e de sangue onde constatou a alteração no figado e a doutora resolver fazer meu parto na manhã seguinte.

  57. ROGESSICA ARAUJO DA GUIA

    Bom dia eu tive colestase também a qual foi descartada pelos médicos e perdi minha bb com 38 semanas mudei de médico e ele mim disse q provavelmente ei irei ter novamente em uma futura gestação esse mês faz 6 meses q perde minha folha o médico já mim libero mais vou esperar mais pouco.

  58. Boa noite li esse texto chorando,pois tive essa coceira durante a minha gravidez ,perdi dois bebês ,no dia do parto , muito triste ,escrevo em lágrimas , é uma dor ,que não desejo a ninguém .
    Tenho dois filhos graças à Deus , mais essa dor , é insuportável ,me chorando , até mesmo me culpando por não ter tentado fazer algo .
    Essa coceira me deixou um mês sem dormir ,sem conseguir comer e ainda ,me tirou um peço de mim.

    • Ana Carolina

      Entendo bem o que você passou, estou passando por isso nesse momento e infelizmente em alguns casos por falta de informação acabamos tendo que viver esse drama em nossas vidas.

  59. Boa tarde! Eu estou com erupções na pele, sempre fui muito alérgica, ao pesquisar no Google me assustei com a possibilidade dessa complicação. Não é uma coceira constante, nem coça pés e mãos. Amanhã vou ao medico, mas queria saber: A pele só coça ou aparecem carocinhos? Porque esses carocinhos são características de alergia mesmo. Estou com 26 semanas e pedindo a Deus que minha princesa venha com saúde! Obrigada!

  60. Ana Carolina

    Que pena que descobri sua pagina tarde, tive essa colestase porém minha médica não diagnosticou isso e meu bebê foi a óbito com 39 semanas, muito triste.

  61. Lilian Amorim

    Olá, estou com 36 semanas e 4 dias e ontem à noite começou uma coceira leve na parte de cima das mãos e pés, e pequenas bolinhas. Falei com meu médico ele pediu para procurar um dermatologista. Marquei para daqui a três dias, mas lendo os comentários fiquei muito preocupada ainda mais pela postura do meu médico, que pelo jeito não deve conhecer essa doença. Quem já teve por favor poderia responder se além da coceira também dá bolinhas na pele? A coceira é somente na palma das mãos e pés ou pode ser no dorso tb?

  62. Boa noite

    Comecei ha uns 3 dias com uma coceira na parte de trás dos pés. Começou em um lado e depois foi passando para o outro. Por enquanto não senti na palma das mãos, mas tenho sentindo uma dor terrível no estômago que não é azia, a coceira intensifica mas a noite mas não me impede de dormir, estou com 32 semanas. Será que tem alguma correlação com colestase já que so tenho as coceiras nos pés?

  63. Olá
    As minhas coceiras começaram dia 5/6 e cada dia que passa só piora…ainda não fui ao médico,pelos relatos estou muito preocupada.

  64. olá a todas estou de 28 semanas e a 1 semana venho sentindo muita coceira no corpo todo,não consigo dormir tá muito difícil e tô cansada do descaso dos médicos.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>