DIÁRIO DO BEBÊ: refluxo nos dois meses e meio!

DIÁRIO DO BEBÊ: refluxo nos dois meses e meio!

O diário do bebê deste post fala dos 60 aos 75 dias…

Estes dias do Otávio foram um pouco difíceis, pois descobrimos que tinha refluxo. O refluxo dele era bem leve, mas já serviu para incomodar bastante.

Segundo o site Baby Center bebês podem ter refluxo porque uma válvula que conecta o esôfago ao estômago, chamada esfíncter, está enfraquecida ou ainda não funcionando direito, permitindo que alimentos e sucos gástricos voltem do estômago em direção à boca. Cerca de 50 por cento de todos os bebês apresenta algum tipo de refluxo, mas apenas em uma pequena porcentagem ele se torna um problema sério. Aos 10 meses, somente cerca de 5 por cento dos bebês ainda sofre com o refluxo. 

O refluxo do Otávio começou com ele colocando a linguinha para fora como se estivesse empurrando algo para fora e tosses, progrediu com uma ânsia e uma vontade de vomitar, mas vomitar ele não conseguia só demonstrava a vontade.

Teve um dia que teve um crise bem forte que percebi que ele teve muita dor. Liguei para a médica que logo já identificou que era o refluxo e medicou ele, depois disso teve mais umas 2 ou 3 crises mais fortes (até o remédio fazer efeito ele estava mamando bem menos).

Além do medicamento a pediatra orientou que cuidasse da postura dele, procurando sempre deixá-lo com a cabecinha elevada e mexer o mínimo possível depois das mamadas. O intervalo entre as mamadas foi diminuído para 3 em 3 horas com quantidades menores.

A pediatra que consultava não pôde atendê-lo, depois que teve uma crise mais forte, assim acabei indo em outra só para ficar despreocupada e no final das contas gostei mais desta nova.

Fiquei muito na dúvida se deveria trocar, mas como me identifiquei muito com esta nova achei que deveria ir nela. Acho que com a pediatra devemos ter uma relação muito boa, pois junto com elas podemos oferecer o melhor para a saúde do nosso bebê.

Ela (também) me chamou à atenção para o Otávio de que ele estava com uma preferência muito grande em só querer ficar com a cabecinha virada para o lado esquerdo e que tínhamos que trabalhar isso com ele, pois futuramente poderia apresentar problemas mais sérios como um encurtamento dos músculos.

Como tenho formação em fisioterapia comecei eu mesma a estimular ele, mas confesso que não fiz “o melhor”, pois como ele tinha dor eu acabava desistindo de forçar um pouquinho. Sobre o que fiz para estimular você pode clicar aqui para poder ver!  

Esta preferência pelo lado esquerdo surgiu em função de vários locais que ele ficava (carrinho onde estava dormindo, bebê conforto no carro, na minha cama onde deixava ele para pegar sol e sofá onde as vezes ficava) serem viradas para este lado, não tínhamos nos dado conta disso. O ideal para o bebê é sempre variar os lados para que ele não se acostume em virar só para um deles.

A pediatra nova pesou ele e estava com 6 kg e medindo 61 cm (aumentou bastante principalmente o comprimento).

Neste período começamos a fazer as fotos que estamos tirando dele todos os meses. É uma pena que iniciamos mais tarde!

Ele amou tirar as fotos, ficou muito à vontade! Eu gostei muito resultado destas fotos…

Sobre as fotos já falei um pouquinho delas aqui no blog (clique aqui para ver o post sobre isso). O Otávio está tirando as fotos uma vez por mês e quando ele completar um ano será feito um fotolivro com toda a história dele neste um ano.

O fotógrafo (Ramon Belmonte) que tem feito as fotos faz tipo um plano em que é pago todos os meses pelas fotos, eu achei o valor super acessível e considero as fotos um dos investimentos que mais vale à pena.

Realmente não consigo escrever pouco, mas espero que as informações sejam úteis para vocês! Beijos…

2 Comentários

  1. Carla Machado Duranti

    Oi Daniela! Quem é tua nova ped?? Também estou pensando se devo ou não mudar?? Bjs

    • Daniela Rosa

      Oi Carla, a nova pediatra é a Cleusa de Conto! Quem sabe tu consulta com outra e vê se tu gosta, não custa tentar! Beijos

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>